Slide

Título Slide 1

Descrição do Slide 1

Título Slide 3

Descrição do Slide 3

Voltar

BOTS nas polícias: bom ou ruim? sexta-feira, 1 de maio de 2020

taynrez
sexta-feira, 1 de maio de 2020
Por taynrez
Vitória, Brasil - 01/05/2020 às 20:30

Muito se discute, atualmente, sobre a existência dos chamados BOTS dentro do universo habbiano, que são contas diversas controladas apenas por um individuo. Esses usuários são utilizados para fins variados, como diversão, levantar movimentos, lotar quartos, ou até mesmo atrapalhar através de flood. A descoberta que algumas polícias estão utilizando desse artificio influenciou diversas opiniões, tanto favoráveis como reprovando esse tipo de atitude. 

Há um ano, a Polícia Revolução Contra o Crime, juntamente com outras polícias, fez um abaixo assinado para pedir a Sulake uma solução ao problema. Mais de 700 pessoas assinaram, havendo até uma resposta da empresa que disse que devido ao novo sistema de moderação, estava fazendo o possível para evitar os BOTS.

Recentemente, o Diário Policial Informativo fez uma análise das frequência da maioria das polícias. Percebe-se, portanto, que um ano após a reclamação, o problema continua pertinente. Sendo que algumas polícias com média de 70 pessoas no período da noite, ao entrar no quarto, encontra-se um disparate com o número visto na barra de pesquisar com as pessoas realmente reais no batalhão. 

Em entrevista ao DPI, o general raphabalhe do Departamento Militar Revolucionário vê nos BOTS uma questão extremamente polêmica e subjetiva. "Eu acho que é como um morador de rua que rouba um pedação de pão, ele deve ser punido mas ao mesmo tempo me coloco no lugar dele e entendo o motivo". Segundo o general do DMR, hoje, utilizar BOTS é única forma das polícias pequenas se manterem e tentarem alcançar as mais antigas como RCC, já falada aqui e o Departamento Policial Habbiano, popularmente conhecida como DPH. Ele esclarece que não defende a prática, mas acha pior quando as polícias antigas usam, já que aí se mostra extremamente desleal.

É interessante perceber que justamente as polícias já consolidadas no ramo são àquelas que se revoltam contra a utilização de BOTS, o que é coerente ao discurso da Habbo Etiqueta, porém, para raphabalhe, "nem tudo são flores como parece ser", já que nas palavras dele, alguma empresas tentam se passar como boas mas acabam sendo bem mais sujas e isso fica escondido, onde só o alto comando realmente conhece. 

Bom ou ruim, a utilização de BOTS divide opiniões e de certa forma, merece uma atenção maior tanto do Habbo quanto dos usuários. 

Diário Policial Informativo - O maior jornal em atividade, levando informação a você!

Patrocinadores

Busque uma notícia aqui

Inscreva-se no YouTube

Siga-nos no Twitter

Curta-nos no Facebook

Arquivo de notícias

Visualizações de página

Copyright © Diário Policial Informativo 2016 ~ 2020. Todos direitos reservados. V3
Este site da web não é de propriedade nem gerenciado pela Sulake Corporation Oy e não é parte do Habbo Hotel ®
Desenhado & Codificado por Marco Cuel (Bromarks)